Não há não-crentes …

“O primeiro ponto da minha crítica da dúvida será mostrar que o duvidar de uma afirmação explícita implica, meramente, uma tentativa de negar a crença expressa por essa afirmação, em favor de outras crenças de que, por enquanto, não se duvida”

Michael Polanyi, “Personal Knowledge”

Esta frase suscita-me o pensamento de que, em rigor, não há não-crentes. Todos somos crentes. Uns numas coisas, outros noutras. Será depois a experiência de vida, e aquela que fazemos com os outros que nos encaminha para a verdade. Como diria Santo Agostinho nisi credideritis, non intelligitis: se não acreditares, não compreenderás.
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s